A importância do Sistema de Gestão Integrado (ERP) nas Empresas

Vivemos em um mundo de constante metamorfose, principalmente na área digital, onde se pode estar em vários lugares ao mesmo tempo com um simples clique do mouse no navegador da Internet, com isso as evoluções se fizeram mais necessárias, uma delas é você conseguir controlar sua empresa na tela do seu computador com segurança e confiabilidade de dados através da implantação de um  Sistema de Gestão Integrado (ERP).

Mas, o que é Sistema de Gestão Integrado (ERP)?

Sistemas Integrados de Gestão Empresarial ou Sistema de gestão Integrado que em inglês é chamado por Enterprise Resource Planning (ERP), são sistemas de informação que integram todos os dados e processos de uma organização em um único sistema. A integração pode ser vista sob a perspectiva funcional / departamental (que são os sistemas de Finanças, Contabilidade, Recursos Humanos, Processos de fabricação, Marketing, Vendas, Compras, Comercial…) e sob a perspectiva sistêmica/ gerencial (que são os sistemas de Processamento de Transações, Sistemas de Informações Gerenciais, Sistemas de Apoio à Decisão, entre outros).

Falando de maneira geral o ERP é uma plataforma de software desenvolvida para integrar os diversos departamentos de uma empresa, possibilitando assim a  automação, otimização dos processos e o armazenamento seguro de todas as informações de negócios em um mesmo lugar (Banco de Dados).

Quais mudanças um ERP traz à minha empresa?

Entre as mudanças mais palpáveis que um sistema de ERP traz a uma empresa, está a maior confiabilidade e confidencialidade dos dados que com a implantação do ERP agora podem ser monitorados em tempo real, e isso se converte na diminuição do retrabalho e conseqüentemente diminuição de custos com o mesmo. Algo que somente é conseguido com o auxílio e o comprometimento dos colaboradores que alimentam o sistema (Usuários), pois cabe à eles a responsabilidade de atualizar os dados corretamente, dados esses que alimentam toda a cadeia de módulos do ERP. Assim, as informações trafegam pelos módulos em tempo real, ou seja, O ERP dentro de uma empresa funciona da seguinte forma (tomando como exemplo uma empresa de fabricação), uma ordem de vendas dispara o processo de fabricação com o envio da informação para múltiplas bases, do estoque de insumos até a logística do produto.

Como isso tudo funciona?

Para entender melhor como isto funciona, o ERP pode ser visto como um grande Banco de Dados que contém as informações de todos os setores que interagem entre si na empresa e se realimentam. Assim, o dado inicial sofre uma mutação de acordo com seu Status, como por exemplo, uma ordem de vendas que quando aprovada pelo Usuário se transforma no produto final alocado no estoque da empresa, pronto pra ser despachado para seu consumidor final.

Com essa agilidade no envio de informações para os setores de: processo de produção, vendas e faturamento, a empresa tem mais “tempo” para se planejar, diminuir gastos e repensar sua cadeia de produção. Planejar onde será os próximos investimentos, até mesmo planejar seu crescimento de expansão (aberturas de filiais), pois terá em mãos dados de sua evolução, demanda de compra e venda controle de custos.

Sendo assim, se você pretende competir com o mercado é necessário se aliar a ferramentas que tenha custo benefício palpável, o ERP é o candidato à esse cargo, pois trará a você comodidade, confiabilidade, monitoramento das atividades da empresa sem necessariamente estar nela fisicamente e dados sempre a mão, ou ao simples toque no computador.

 

Leave a comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.